Retificar

Você é sua própria chama
Então olhe para dentro
Respire…
Erga o corpo
Mova o corpo
Sinta você nesse dia
E mantenha a postura.
Desestruture se for preciso
Quebre os padrões, descarte uma crença
Tenha um pouco mais de solidariedade
Segure-se bem, que o barco da vida é agitado

Atire-se de cabeça.
Sem medo
Descubra, explore, investigue.
Seja honesto com seus sentimentos
Diga o que pensa sem ofender os outros
Lembre-se que você não está de passagem
Lembre-se que é importante fazer amigos.
Lembre-se que não existe destino improvisado.

Não seja vítima das circunstâncias
Deseje profundo, lute pelo que quer.
Não deixe a correnteza arrastar você.

Seja simples,
você é apenas um ponto de vista
Uma centelha com o tempo marcado
Um ponto insignificante na dimensão cósmica
A vida sempre vai ser sacana com suas presunções.
Deixe de buscar o esperto, o garantido
E cultive a inocência, as insignificâncias.

É também preciso chutar o cu da morte
E lutar por cada ar que entra.
É preciso criar e inspirar paixão
É preciso fazer amor com tesão.
A gente não tem que imitar.
A gente tem é que autenticar.
Por isso cada dia é o novo que se apresenta
Por isso cada dia novo é uma proposta que se solta
Por isso cada manhã que se inicia é a oportunidade de fazer o inesperado

Anúncios

Sobre Gustavo Santiago Guimaraes

Gustavo Santiago Guimarães é poeta. Autor de Sol-te no caminho.
Nota | Esta entrada foi publicada em Poesias. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s