Se o mundo fosse governado por poetas

Se o mundo fosse governado por poetas os nossos sonhos não seriam comprados, viver nossas paixões seria uma realidade muito simples. O negro e o branco teriam as mesmas oportunidades. Nenhum cidadão teria ambição de ser “alguém” na sociedade, nada disso, porque não haveria excluídos, nem barrigas cantando como harpas. Perderíamos a noção do tempo ao falar das Estrelas, dos Sóis e Galáxias, porque na sociedade dos poetas tempo não seria dinheiro, tempo seria autoconhecimento. Um poema por exemplo teria o mesmo valor de um carro, uma casa, valeria um carrinho de compras. Se o mundo fosse governado por poetas, a realização do próximo teria um sentindo mais louco no coração de cada um. Na sociedade dos poetas não haveria gente sem dinheiro, sem sexo, gente chata não haveria, porque as pessoas seriam legais, e gente legal é a melhor coisa meu.

Anúncios

Sobre Gustavo Santiago Guimaraes

Gustavo Santiago Guimarães é poeta. Autor de Sol-te no caminho.
Esta entrada foi publicada em Prosas. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s