Cultura controle

Eu não quero ser bem sucedido numa sociedade completamente doente.
Eu não quero fazer parte duma molécula cujo o único fim é espalhar veneno.
Eu não quero ser um mero mortal que vive como se nunca fosse morrer.
Não quero cópias, não quero etiquetas, boa educação, gostos comuns e companhia vazias.
Eu não quero a felicidade das fantasias.
Eu não quero o conforto das ilusões.
Nem me entreter com objetos que foram produzidos com mão de obra escrava.
Eu não quero ir por caminhos que nenhum conhecimento se viva.
Eu não quero representar o jogo dos ratos.
Eu não quero ser aceito a uma realidade banal.
Minha vida tem princípios reais.
Eu quero minha solitude anárquica do que passar os restos dos dias esquivando da pergunta quem eu sou.
Eu sou o meu produto e não estou a venda.

Anúncios

Sobre Gustavo Santiago Guimaraes

Gustavo Santiago Guimarães é poeta. Autor de Sol-te no caminho.
Esta entrada foi publicada em Poesias. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s